TORNEIRA COM ÁGUA AQUECIDA, TER OU NÃO TER?

Ter água quentinha saindo da torneira é uma necessidade em muitos lugares do Brasil.

Principalmente nas regiões sul e sudeste. Quem acorda cedo e precisa higienizar as mãos e o rosto, vai lavar a louça ou precisa dar banho no cachorro sabe o quanto é essencial ter água quente nas torneiras, ainda mais durante o inverno.

Pensando que lavar a louça já não é uma atividade muito agradável, as torneiras aquecidas, além de trazer mais conforto e não ter que encarar a água gelada, podem ser uma ótima aliada para remover gordura pesada, facilitando o processo de limpeza das panelas e potes plásticos. A ação da água quente permite usar menos água e otimizar o uso dos produtos de limpeza, o que se reverte em economia!

Quem tem animais de estimação também se beneficia com as torneiras de água quente, tendo em vista de que o inverno muitas vezes é rigoroso, sendo essencial esquentar a água para o banho do seu pet.

No geral, as tarefas que envolvem o uso de água ficam muito mais fáceis e confortáveis. Existem diversos modelos dessas torneiras, tanto elétricas, a gás e até mesmo solar. Basta escolher a que se adequa melhor às suas necessidades.

Rodapés e seu charme!

Há pouco tempo atrás os rodapés eram resumidos à peças de acabamento e
revestimento, hoje em dia o item está entre os mais valorizados no segmento de decoração para casa, e ocupa um lugar expressivo entre as principais tendências.


O rodapé complementa o acabamento do piso e protege as paredes da casa, revestindo as mesmas para suportar impactos, colisões e outros incidentes que ocorrem no ambiente doméstico.


No entanto, muitos arquitetos usam o rodapé como elemento de decoração. Ele realça e valoriza detalhes no acabamento, além de renovar o visual da casa.


Existem inúmeras opções no mercado, a sua escolha deve levar em consideração do estilo da sua casa. Por exemplo, o rodapé alto faz uma bela composição em ambientes com pé direito alto, trazendo amplitude e elegância para o local. Mas é possível também investir no clássico rodapé baixo, assim como trabalhar com texturas e materiais diversificados, dando personalidade ao ambiente. Quando se trata de funcionalidade, temos a opção do rodapé embutido, que é feito de um pedaço do revestimento cerâmico ou porcelanato recortado para ser instalado no alinhamento do reboco da parede. A grande vantagem desse tipo de rodapé é o fato de não acumular poeira e não encardir com a passagem do tempo. Outro ponto importante é que por não ter saliência entre o piso e a parede é possível encostar os armários sem deixar frestas. Aqueles que desejam trazer um pouco mais de glamour ao ambiente, podem até compor o rodapé com spots de luz, ou trabalhar com materiais e cores que façam composição com os móveis.


Visto que o rodapé conquistou um lugar de destaque nos componentes de decoração, aposte na modernidade e na criatividade, opções não faltam!

Dicas para preservar e limpar porcelanato

A versatilidade de padrões, formatos e combinações, eles se destacam na escolha dos acabamentos para casa devido sua praticidade, qualidade e durabilidade. Mas apesar de serem extremamente resistentes à química, é importante ter conhecimento de que nem todos os produtos geralmente utilizados são indicados para limpar porcelanato.

Para que os seus revestimentos mantenham as características originais por mais tempo de forma geral deve-se evitar o uso de produtos que contenham ácidos ou cloro em alta concentração – tais como soda cáustica, acetona, amoníaco – pois estes podem atacar quimicamente a superfície dos produtos, deixando-os com manchas esbranquiçadas, foscas ou com distorções em relação ao brilho. Tais problemas são irreversíveis e não podem ser recuperados.

Sabão e saponáceos em pó também devem ser evitados, já que os granulados podem danificar e arranhar as superfícies dos porcelanatos, assim como as escovas e esponjas com cerdas de aço, além de torná-los mais lisos, podendo causar acidentes.

Para saber como limpar porcelanato corretamente e manter a beleza dos pisos em cada ambiente específico, separamos algumas dicas:

Como limpar porcelanato em cozinhas e áreas gourmet 

Se cair algo gorduroso, como um alimento sobre o piso, a solução mais adequada é limpar o quanto antes para evitar a impregnação. Se necessário, utilizar detergente neutro destinado para porcelanato ou ainda sapólio líquido, que também auxilia na limpeza. Os produtos devem ser diluídos em água. Em caso de respingos de bebidas (como café, sucos, cerveja, vinho etc.), é aconselhável utilizar detergente alcalino em água quente ou álcool.

Como limpar porcelanato em banheiros, suítes e lavabos

Os pisos, principalmente na área próxima aos sanitários e no box, podem ser limpos com detergente neutro para porcelanato com o auxílio de sapólio líquido diluído em água e de uma esponja macia ou fibra. Caso existam áreas muito impregnadas (principalmente na área do banho), é indicado utilizar sapólio cremoso diluído em água na proporção indicada na embalagem (deixando agir por pelo menos cinco minutos).

Como limpar porcelanato em áreas comuns

Para remover sujeiras soltas como poeira ou papel, o ideal é utilizar vassoura de pelos ou aspirador com bico de escova, que evitam arranhões sobre o porcelanato. Logo após, a limpeza pode ser realizada com uma esponja ou um pano macio úmido com detergente específico para pisos ou com produtos comuns de limpeza – como limpadores perfumados – diluídos em água. Ao final, é necessário remover o excesso com pano seco, pois os produtos podem secar sobre os revestimentos e ocasionar o surgimento de uma película de difícil remoção.

Para evitar arranhões, o ideal é adotar capachos e tapetes pequenos na entrada e saída dos acessos às áreas externas, que retêm parte da sujeira.

Como limpar porcelanato em áreas externas

A limpeza dos revestimentos em espaços ao ar livre – onde quase sempre são utilizadas peças mais ásperas e resistentes ao escorregamento – pode ser realizada com uso de detergente específico para limpeza de revestimentos aplicados nessas áreas. Devem ser diluídos em água e utilizados com o auxílio de escovas, vassouras e buchas macias, ou mesmo limpadoras de alta pressão. Em caso de manchas mais resistentes como borracha de pneu, graxa e óleo, o ideal é utilizar os mesmos produtos, porém de forma mais concentrada.

 

Altura da pia da cozinha? Veja qual é a ideal

Hoje em dia com o enxugamento dos espaços e das construções, nos preocupamos muito com o projeto dos cômodos de nossa casa, especialmente com a cozinha. Isso porque esse ambiente é ideal para receber os amigos e a família e preparar pratos saborosos enquanto batem um bom papo.

Por isso, é preciso ficar atento ao tamanho do projeto e à altura de cada um dos móveis colocados na cozinha. Afinal, apesar de parecer irrelevante, este detalhe é muito importante para quem usa a pia, por exemplo.

Saiba quem utilizará a pia com mais frequência

 

Para muito podem ser uma bobagem, mas imagine fazer uma pia alta ou baixa demais para alguém que frequentemente a usa. Com certeza o desconforto será imenso e em alguns casos pode gerar até mesmo dores de coluna intermitentes.

Sendo assim, para encontrar o tamanho ideal de sua pia, saiba quem irá usá-la com mais frequência, especialmente se a altura das pessoas for muito desproporcional.

Saiba como medir a altura da pia

Após responder a pergunta acima, é preciso saber realizar a medida. O ideal é que você saiba o quanto essa pessoa tem de altura dos pés até quatro dedos abaixo do umbigo. Esse valor é exatamente o ideal para a pia da cozinha ser instalada.

O posicionamento dos metais vai depender do modelo, altura de bica, entre outros detalhes dos produtos escolhidos. Por isso é fundamental estudar caso a caso.

A altura dos armários também dependerá do projeto de marcenaria, se haverá uma base em alvenaria para posicionar o gabinete com rodapé, ou se o armário ficará suspenso.

As dimensões das bancadas são essenciais para que você possa instalar corretamente a pia da cozinha no gabinete. Dessa maneira, os moradores que mais utilizam o espaço poderão preparar refeições deliciosas sem se preocupar com dores nas costas.

Agora que você já sabe qual a altura da pia da cozinha ideal para o seu projeto, que tal pôr em prática as ideias?

 

 

Azulejo Metrô: a tendência que já é sucesso!

O azulejo Metrô realmente caiu no gosto dos lares brasileiros! É só dar uma olhadinha em hashtags como #metrowhite no Instagram para ver milhares de projetos que dividem a paixão pelos tijolinhos nas paredes. O sucesso desse revestimento se deu pela pegada moderna com o toque vintage, que combina bem com todos os estilos de decoração.

O estilo do azulejo metrô foi tão procurado nesse ano, que em 2019 ele promete aparecer em mais projetos. Separamos alguns projetos com o estilo metrô que você vai querer fazer para ontem em sua casa.

Todos os projetos a seguir foram desenvolvidos para jovens que adquiriram os seus primeiros apartamentos e que buscavam uma decoração atual e econômica. Gostariam que a cozinha integrada fosse um ambiente importante para que também pudessem receber com muito estilo.

No primeiro apartamento predominam os estilos industrial e minimalista. A referência inicial solicitada pelo morador solteiro foi justamente as cozinhas das avós com prateleiras de fácil acesso, na qual os utensílios viraram peças decorativas.

Nesse segundo projeto, o azulejo Metrô foi instalado de forma linear justamente para manter as linhas retas tão marcantes na personalidade da moradora.

Com estilo escandinavo, o terceiro apartamento foi criado para um casal apaixonado que sonhou em transformar o seu primeiro lar em um cantinho de boas recordações.

Esses três projetos prezaram por algo atual, mas ao mesmo tempo atemporal. O azulejo Metrô nos dá esta sensação de leveza, atualidade, porém com uma memória afetiva das antigas cozinhas de nossas avós.

 

Cozinhas americanas: inspire-se nesses dois projetos

A cozinha americana é um estilo que tem ganhado bastante força. A cozinha americana é exatamente isso: um conceito onde não há grande separação, com portas ou paredes, entre a sala e a cozinha.

Existem diversos modelos de cozinha americana muito populares nos Estados Unidos e no Canadá chegando ao Brasil e nós estamos usando e abusando dessa tendência.

Os 2 modelos de cozinha americana 

Uma cozinha americana bem planejada passa a sensação de amplitude maior e promove a integração dos moradores da casa e também dos visitantes. É importante ter uma coifa para manter a fumaça longe da sala. Nós separamos os dois modelos de cozinha americana mais populares para você se inspirar!

Cozinha americana totalmente integrada 

Nas cozinhas americanas totalmente integradas a única delimitação entre o que é cozinha e o que é sala de estar é feita, normalmente, por uma ilha. Nesse caso, todo o espaço é absolutamente aberto, sem nenhum tipo de meia parede, por exemplo. É uma opção bastante interessante para quem mora em uma casa com menos espaço, já que o aproveitamento acaba sendo maior e a sensação de amplitude se torna um grande aliado.

Cozinha americana com meia parede 

O mais popular entre os modelos de cozinha americana contém uma meia parede com bancada para dividir os ambientes. Essa bancada por ser integrada à mesa de jantar ou servir como um espaço para refeições rápidas.

O objetivo aqui é praticamente o mesmo: promover a convivência social para os ambientes. O que muda nesse conceito é que a sensação de amplitude pode ficar um pouco comprometida, dependendo do tipo de design que você escolher.

Quer montar a sua? Veja algumas dicas abaixo:

Para montar uma cozinha americana o planejamento precisa ser feito com o dobro de atenção. A localização do fogão e o posicionamento da coifa ou do exaustor são pontos muito importantes para garantir o bom funcionamento da sua cozinha no futuro. O mesmo acontece com os armários. Cozinhas americanas costumam ter uma quantidade menor de armários disponíveis. Por isso, se você é uma pessoa que tem uma quantidade muito grande de utensílios e equipamentos, dê bastante atenção para este tópico na hora de montar seu projeto.

Confira as tendências para revestimentos de piscina!

Por muito tempo se viu apenas azulejos de tons azuis claros reinando nos revestimentos para piscinas. Mas hoje isso mudou, várias tendências e cores apareceram no mercado, e pudemos dizer adeus de vez ao comum.

Peças com estampas e desenhos geométricos permitem diversas formas de aplicação e levam para a piscina ares de exclusividade. Já pensou em algo autêntico e diferente para sua piscina? Os tons mudam completamente o visual da água e do ambiente! Verdes estão com tudo e o branco também aparece em alta com o movimento “menos é mais”.

Revestimentos para piscina com estampas e desenhos

As estampas de peixes e outros elementos marinhos sempre fizeram parte das piscinas, mas lançamentos com grafismos modernos e releituras, aparecem superatuais, para quem prefere apostar nos azulejos com desenhos.

Revestimentos para piscina verde

As variações de verde ganham ainda mais espaço nas piscinas presentes em azulejos. O tom está com tudo em todas as áreas de decoração e junto com outras tendências urbanas naturais. Dessa forma, propõe-se uma sensação de contato direto com a natureza em uma relação entre água e vegetação, além de sair do óbvio, é claro!

Revestimentos para piscina minimalista

O estilo que prega o minimalista e contemporâneo não abre mão das cores básicas e neutras como o branco. A ideia aqui, é deixar claro os estilo mood clean e a tranquilidade para as piscinas, sem deixar de lado o cuidado com a escolha de peças que chamam a atenção não pela cor vibrante, mas pelas texturas e efeitos incríveis de superfície.

Agora que você já viu que dá para fazer algo diferente, que tal tentar no seu projeto?

 

Cozinha pequena e agora?

Com os apartamentos e casas cada vez menores, o ambiente que mais sofre com a redução de metragem é a cozinha. Sendo um espaço vital para a família ele pode ser facilmente colocado em ordem com algumas dicas simples e fáceis de serem colocadas em prática.

Aposte em itens dois em um

Nós sabemos que é preciso ter muita atenção a cada item inserido na cozinha pequena. Afinal, qualquer centímetro é disputado. Por isso, uma boa dica é encontrar itens que unam algo necessário, com um toque de estilo, como o misturador monocomando de mesa com filtro para cozinha Twin. Dessa maneira você insere no ambiente algo necessário para a saúde e bem-estar de sua família e não abre mão do projeto decorativo que imaginou.

Use organizadores

Um ambiente pequeno precisa de organização. Afinal, não há nada pior do que um monte de utensílios espalhados. Já reparou que quando entra em lugares assim eles parecem ainda menores do que são?

A dica é apostar em: apoiadores de facas, caixas organizadoras dentro dos armários e em itens que facilitem que todos os utensílios da cozinha fiquem bem organizados. Ganchos e ventosas também são uma boa dica, principalmente para frigideiras, colheres de pau, tábuas, facas e tesouras.

 

Suportes verticais

Muitas pessoas reclamam que até mesmo os espaços nos armários parecem pequenos. Para solucionar esse problema, use suportes verticais, que podem ser colocados nas portas e guardar, por exemplo, pacotes de bolachas e temperos.

Se mesmo assim você ainda precisar de espaço, as prateleiras podem ser uma boa saída. Elas podem ser colocadas logo acima da pia ou como complemento de armários mais baixos.

Quem gosta de cozinhar não abre mão de ter um espaço para preparação, mas nós sabemos que nem sempre é possível ter a metragem que precisamos para isso. No entanto, é possível vencer esse obstáculo com produtos que tornam a mobilidade mais fácil e até com acessórios que deixem o ambiente com uma proposta maior de praticidade, por exemplo, o sifão articulado é uma ótima opção!

Gostou das nossas dicas? Então continue navegando pelo blog da Revest e encontrando conteúdos que te ajudem no dia a dia.

Madeira preta na decoração é tendência. Confira!

O uso das madeiras tradicionais já ocupa o seu lugar no espaço dos projetos há bastante tempo. Para que esse material pudesse representar uma novidade sem perder toda a sua elegância característica, a cor preta vem surgindo como uma forte tendência para garantir exclusividade. Ela atende ao desejo das pessoas de se diferenciarem das demais. Utilizar a madeira preta na decoração, portanto, é uma alternativa para essa diferenciação, para encontrar a ousadia.

Tal realidade, inclusive, foi um dos destaques percebidos entre os arquitetos, decoradores e designers que visitaram a mais recente edição do Salão do Móvel de Milão (Isaloni), na Itália. Tradicionalmente, a madeira é um daqueles elementos que conseguem transmitir como nenhum outro a sensação de conforto e acolhimento aos ambientes. Mas a utilização de uma cor específica é a novidade que se mostrou em alta no evento.

Ainda que os tons vibrantes, sempre remetendo ao natural, estejam visados, o preto tem ganhado lugar cativo nos ambientes, sobretudo quando aparece na madeira. Versátil, ela sempre foi muito utilizada no mobiliário e no piso. Mas, aos poucos, o material vem ganhando espaço em outros elementos, como nas paredes e em algumas áreas destacadas.

O tom dark surge também em móveis, revestimentos, mobiliários e objetos de decoração, como as louças. O preto é considerado uma tendência de Embracing Your Shadow, presente no livro Spiritual House, da trendhunter holandesa Lidewij Edelkoort. Inspirado na cultura oriental, este conceito leva elementos escuros e valoriza tons profundos na ambientação da casa.

Madeira preta na decoração no Salão de Milão

No Salão de Milão, a madeira preta ou queimada pôde ser vista em diferentes pavilhões. A utilização do material ganhou espaço tanto nos pisos quanto em artefatos decorativos e peças do mobiliário expressando elegância. Isso acontece, sobretudo pela neutralidade presente na cor preta, que tem como efeito ressaltar todo o restante da decoração.

Durante o evento, foi possível visualizar a madeira preta em diferentes traços: ora mais delicada, com veios brancos e finos; ora mais rústica, quando aparecem queimadas. Além de ser uma cor que transparece intensidade, sua utilização também confere contemporaneidade ao ambiente.

Veja só:

O interessante do uso desse material é que, se a proposta do projeto for recorrer à decoração em preto e branco, o visual ao mesmo tempo moderno e rústico pode ser alcançado de forma bastante orgânica e interessante. Em ambientes urbanos, o contraste torna-se mais aparente quando a madeira preta surge aliada a cores mais claras, de modo que a contraposição passa a atribuir mais harmonia ao espaço.

Para isso, basta escolher o produto certo, de modo a garantir o melhor acabamento. O resultado, sem dúvida, será incrível!

Porcelanato de madeira preta na decoração é a solução para seguir tendência

Embora, como dissemos, o uso da madeira seja uma ótima escolha em vários sentidos, encontrá-la na cor escura pode ser um desafio. Além disso, a manutenção desse material tende a ser muito mais custosa e trabalhosa, tanto no que diz respeito à limpeza quanto à conservação. Em busca da praticidade sem abrir mão da qualidade e da beleza, encontrar alternativas é um caminho inteligente.

Sendo assim, as coleções Eco Dark HD e Woodstok BK, da Portinari, conseguem trazer essa alternativa para ambientes que queiram aproveitar todos os benefícios do visual da madeira preta com a praticidade do porcelanato.

Consideradas referência em madeira queimada, ambas as coleções apresentam múltiplas possibilidades e podem ser aplicadas tanto em pavimentos e churrasqueiras quanto em revestimentos de paredes.

Elegante, as peças chamam a atenção, também, pela falta de uniformidade, o que confere mais naturalidade ao revestimento. Ou seja, cada uma delas tem uma superfície diferente ― várias faces, aproximando-se do aspecto real da madeira.

As ranhuras da madeira visíveis no porcelanato garantem o charme especial para um acabamento diferenciado. Independentemente se for optado pelo uso de cores mais vibrantes na decoração ou se a sobriedade for a característica principal, a madeira escura equilibra esses elementos para que eles conversem entre si e permitam uma organização melhor dos sentimentos a serem estimulados com o projeto.

Sobre o Salão de Milão

O Salão do Móvel de Milão é o maior evento de design do mundo. Neste ano, a feira aconteceu entre os dias 17 e 22 de abril e a Portinari marcou presença com a Coleção Carmen, idealizada pelo artista Alessandro Mendini.

Além da importância que tem para o setor, o Isaloni dita tendências e mostra o que mais está em alta na arquitetura e decoração do mundo inteiro. E a Portinari, claro, está sempre em sintonia com o que é revelado lá fora para trazer os melhores produtos para os seus projetos.

3 Dicas de Decoração Utilizando Kit de Banheiro

Decorar uma casa envolve muitos detalhes como a escolha dos itens fundamentais de cada cômodo. Saber como optar pelo melhor kit de banheiro também é essencial, afinal, além de colaborar com a decoração, esse conjunto de acessórios é funcional e facilita a usabilidade do banheiro.

Saiba quais são os tipos de kit e como você pode utilizá-los para deixar o visual do seu lar mais bonito e utilitário!

Conheça os dois tipos de kit de banheiro

Quando falamos em kit de banheiro, o que vem à sua mente? Os acessórios de suporte — prateleiras, ganchos, argola para toalhas, etc — ou o conjunto para a pia — porta-escovas, saboneteira, entre outros?

Sim, existem esses dois tipos de kits e você precisa de ambos para tornar a utilização do seu banheiro mais prática.

Maneiras de usar os acessórios a favor da sua decoração

Os elementos para banheiro podem ser versáteis e também ajudar a complementar o design. Esse cômodo precisa ser mais clean para não gerar confusão visual, por isso, evite o acúmulo objetos que podem juntar sujeira e garanta, também, uma melhor mobilidade, utilizando poucos itens na decoração

Alinhe com a identidade visual do banheiro

Para escolher o kit de banheiro — tanto de pia, quanto de suporte — verifique como eles podem complementar sem quebrar a harmonia visual. Se o estilo do ambiente é moderno e conta com elementos contemporâneos como uma torneira de piso ou uma cuba de apoio com formato e cor sofisticada, os acessórios precisam seguir a mesma linha.

Já se o local for mais básico e com visual clean, que tal apostar nos acessórios Pix&Net? Os modelos cromados são os mais indicados para quem deseja um banheiro bonito, mas sem adornos com muitos detalhes.

Aplique-os em locais estratégicos

Claro que você vai escolher a localização que vai facilitar a utilidade de cada elemento. No entanto, é importante considerar que a aplicação pode favorecer a beleza do cômodo. Por exemplo, avalie se o suporte para toalha de mão está a um fácil alcance e se não está disputando atenção com o espelho. O ideal é que tenha um espaço de respiro entre cada material.

Integre com os outros elementos decorativos

Se possível, aproveite os itens decorativos para dar evidência aos kits. No caso dos acessórios para a pia, que tal utilizar um arranjo de flores próximo ao conjunto? Ou, no caso de um estilo retrô, uma caixa vintage para dar suporte aos elementos? Assim, deixará a decoração mais leve, quebrando a monotonia e deixando o ambiente agradável.

Agora que você já sabe a melhor forma de utilizar cada kit de banheiro a favor da decoração do cômodo, continue por dentro das tendências no blog da Deca. Confira também os produtos Decaque mais estão alinhados com a proposta visual do seu lar e faça suas escolhas!